Acumular pontos no dia a dia e saber como vender milhas pode te render uma boa grana. Esse é um mercado crescente e que cada vez mais vem trazendo novidades, uma delas é o cartão da NuBank que veio revolucionar o modo tradicional de oferecer um cartão de crédito.

O roxinho da NuBank tem se tornado o queridinho de muita gente. O cartão dispensa burocracias e tudo é feito de forma digital, por meio de um aplicativo para lá de prático. Vamos conhecer um pouco e mais do assunto?

NuBank Rewards: qual o diferencial desse roxinho

O cartão da NuBank ganhou seu público alvo porque é prático, ágil e digital. Dar adeus à burocracia era o sonho de muita gente. E para conquistar ainda mais sua clientela, criou o NuBank Rewards, seu próprio programa de fidelidade, que também dispensa complicações.

O grande diferencial desse programa é que, ao invés de trocar seus pontos por produtos e serviços, você pode apagar gastos em sua fatura. Isso mesmo! É permitido “pagar” com pontos, as despesas da Netflix, Ifood, Evino, Amazon e serviços de streaming de música.

É possível também apagar gastos com viagens, como hospedagens e passagens aéreas, por exemplo, além de despesas gastas em serviços prestados por parceiros Nubank. E qual a super vantagem disso tudo? Liberdade total para você fazer do seu jeito!

Escolha para onde viajar e depois apague a despesa

Os programas de fidelidade tradicionais limitam o usuário a trocar suas milhas por passagens aéreas que em muitos casos são em datas e horários nada interessantes para o consumidor. Além de não poder usar os pontos para pagar passagens promocionais.

Outro ponto é que se suas milhas são do programa de fidelidade da empresa aérea X, só será possível trocar seus pontos por passagens aéreas nessa mesma companhia. Já se pagar com o Rewards, poderá escolher a Cia que você mais gosta.

Ou seja, com o Rewards, é possível comprar no cartão de crédito a passagem para o voo mais interessante em termos de datas, horários e companhias aéreas, aproveitar todas as promoções e depois é só entra no app da Nubank e apagar a despesa.

Seus pontos não expiram nunca!

Isso é o máximo, não é mesmo?! Não fazer os clientes reféns das datas de validade dos pontos acumulados é outro diferencial do Nubank Rewards. Na grande maioria dos programas existentes hoje no mercado, o prazo de validade média dos pontos é de 2 anos.

Ou seja, se não utilizar, tudo o você que fez para acumular, será jogado no lixo. Delimitar um prazo faz com que clientes, para não perder o que acumulou, adquiram produtos que em muitos casos não terão muita utilidade e serviços não tão relevantes e interessantes.

Acumule pontos a cada 1 real gasto

Nisso o Nubank também é diferente. Enquanto a maioria dos programas te pontua por dólar gasto, o roxinho te dá um ponto a cada 1 real em compras no cartão. Isso significa mais pontos em menos tempo.

Se você possui um cartão tradicional que oferece 2 pontos a cada dólar gasto, por exemplo, e faz uma compra de R$ 100 reais, levando em consideração o dólar cotado a 3,70 você terá acumulado aproximadamente 54 pontos. O mesmo valor de compra na Nubank te renderia 100 pontos.

Mas o Nubank Rewards vale mesmo pena?

Dentre os vários benefícios do cartão Nubank aqui citados, talvez o que mais tenha caído no gosto de cada cliente é a transparência da instituição. A própria empresa afirma em quais casos é ou não interessante para o usuário fazer parte do seu programa de fidelidade.

Embora o cartão não tenha anuidade, o programa de fidelidade não é gratuito. Por isso vale destacar aqui que o Rewards é opcional, ou seja, é possível ter um cartão de crédito sem burocracias e taxas e se for vantajoso, fazer parte do programa.

Qual o custo de fazer parte do Rewards?

A Nubank cobra R$ 190,00 por ano ou R$ 19,00 mensais de cada cliente que fizer a adesão ao Rewards. A empresa ainda oferece 1 mês grátis de teste, para que o usuário avalie se é ou não vantajoso.

Dentro desses 30 dias, o cancelamento pode ser feito a qualquer momento no app, sem custos adicionais. Outra forma de descobrir se vale a pena aderir ao programa, é uma simulação de gastos mensais que a própria Nubank oferece em seu site. Se quiser fazer uma simulação é só clicar aqui.

No site é possível descobrir o valor mínimo de compras no cartão que cobre o custo da taxa de participação no Rewards. Outro ponto interessante é que se você aderir ao programa por um tempo e decidir cancelar, por qualquer motivo, não serão cobradas taxas de cancelamento.

Entretanto os pontos acumulados serão perdidos. Por isso antes de cancelar, utilize tudo que acumulou para não sair perdendo. Com tanta transparência assim, quem ganha é o consumidor que não quer mais perder tempo e dinheiro com processos longos e ineficientes.

Saber como vender milhas é tão bom quanto saber acumular

Se você gostou de saber todos os benefícios do Rewards, também vai gostar de saber como vender milhas. Sabe aqueles pontos que você acumulou comprando com cartões de créditos ou viajando por meio de diversas companhias aéreas? Eles podem ser vendidos.

Quando você compra com cartões de crédito acumula pontos quem podem virar milhas ao serem transferidos para programas de fidelidades. Como já dissemos anteriormente, nem sempre é vantajoso trocar as milhas por produtos ou serviços, já que poder escolher sem restrições o que quer é mais interessante.

E é aí que entra outra forma fora do tradicional de sair ganhando, a venda de milhas, que não é um bicho de sete cabeças e é muito seguro. Existem muitas empresas no mercado que podem negociar com você.

Basta que você saiba escolher uma empresa de confiança e fazer uma cotação, informando quantas milhas quer vender, qual seu programa de fidelidade e seus dados de contato. A Cash milhas é especialista no assunto, pode conferir.