Muito prazer, eu compro milhas. É bem provável que você já tenha visto essa frase (ou algo bem próximo disso), em algum dos vários sites especializados no negócio de pontos.

As operadoras de milhas estão cada vez mais presentes na vida de cada cidadão brasileiro. Os programas de fidelidade do país não só trocam milhas em passagens ou produtos, como também por dinheiro. 

A compra e venda de milhas é um mercado ainda desconhecido e temido por alguns dos clientes dos programas de fidelidade.

Confira nesta publicação detalhes do setor, o que diz a lei e descubra se as empresas especializadas em vender e comprar milhas são mesmo ilegais.

Movimentação do mercado no Brasil

Vender e comprar milhas aéreas vem ganhando cada vez mais espaço no mercado. O site O Globo, divulgou que esse mercado de negociações de milhagens e pontos do programa de fidelidade das companhias aéreas movimentam anualmente mais de 500 milhões de reais.

Para entendermos melhor a dimensão do mesmo, segundo o Banco Central, os gastos com programas de compensação alcançaram 137,6 bilhões de pontos em 2016 e 253,9 bilhões em 2015. Nesse período, os pontos convertidos em benefícios e produtos saltou de 148,7 bilhões em 2015 para 174,5 bilhões no ano seguinte.

Legal ou ilegal? O que diz a lei sobre o negócio?

A maior dúvida dos usuários antes de se negociar os pontos é saber se a operação é legal ou ilegal. Há várias interpretações possíveis, mas somente uma é a certa: negociar pontos é algo totalmente legal e permitido por lei! Não há nada que os programas de fidelidade possam fazer para impedir que você negocie sua pontuação.

 

 

A lógica é apenas uma: as milhas também valem dinheiro. Quando você as adquire voando, comprando em lojas parceiras ou usando o seu cartão de crédito, está também pagando por elas, já que o preço está embutido em todos os serviços utilizados. Logo, se você paga por seus pontos, você os possui. Quando você os adquire, pode utilizá-los como bem entender.

Com isso, você precisa procurar uma empresa que seja confiável. Existem algumas dicas para saber se o local que você está negociando irá firmar o compromisso. A primeira delas é procurar em sites como o Reclame Aqui as opiniões de outros clientes que já tenham negociado. Nesses fóruns, você saberá sobre calotes ou mesmo como a empresa solucionou um possível problema.

Outro método para saber se a empresa que você quer comprar milhas é confiável é verificar sobre seus contatos. Quem costuma omitir onde está e como falar, provavelmente está escondendo muito mais de você. Pode, inclusive, esconder os seus pontos e não pagar nada por ele. Fique bem atento a todos esses detalhes se não deseja ter dor de cabeça.

As vendas de milhas pelos sites são feitas no mercado secundário?

Os sites não vendem as milhas no mercado secundário. As plataformas que operam no segmento de milhagem cultivam dois mercados que acontecem da seguinte forma: primeiro, a empresa compra as milhas e, em seguida, usa essa quantia acumulada para realizar a emissão de passagens aéreas com custos reduzidos e comercializar a empresas ou consumidores. Isto é, elas não negociam milhas, mas sim passagens.

Leia mais sobre como funciona essa comercialização.

Vender ou comprar milhas é seguro?

Muitas pessoas desejam vender ou comprar milhas aéreas, porém são apreensivos se a prática é ou não considerada uma negociação segura. Essa dúvida é recorrente entre quem nunca fez nenhum tipo de negociações de milhas aéreas, mas podemos garantir que esse processo é seguro desde que a pessoa tome os devidos cuidados.

 

 

Toda negociação que é realizada no meio virtual pode ser considerada segura ou perigosa. No caso de vender ou comprar milhas aéreas, isso não é diferente, já que negociações realizadas pela internet já possuem certos perigos. Além disso, outra questão arriscada é a necessidade de informar os dados do login para o resgate das milhas para empresa que for comprá-las.  

Um cuidado que se deve ter ao vender milhas aéreas é quando a pessoa possui uma quantidade maior de milhas do que a que será comercializada. Por exemplo, se você tiver 250 mil milhas e vender somente 60 mil e quem comprar essas milhas errar alguma coisa no momento da transferência, o restante, no caso 190 mil milhas, pode acabar sendo utilizado mesmo que não tenha sido incluído na venda efetuada.

Por todas essas questões, é importante ter muita atenção para não cair nos golpes que são realizados no mundo virtual. Existem empresas falsas e pessoas golpistas que pedem seu acesso antes de fazer o pagamento por suas milhas.

Por outro lado, existe um grande número de empresas de negociações de milhas aéreas com excelente credibilidade no mercado e que fazem o pagamento antecipadamente através de depósito bancário, antes mesmo da liberação de acesso às suas milhas aéreas

Os sites dessas empresas são seguros e transparentes durante todo o procedimento de comercialização. E possuem certificação padrão de segurança (HTTPS) por criptografia que garante ao usuário que seus dados encaminhados através da plataforma não caiam em mãos erradas.

É indicado também realizar mais de uma cotação para verificar se naquele período existe ou não grandes variações nos valores das milhas aéreas.

Como visto, a importância em escolher a melhor empresa é essencial na hora de vender e comprar milhas.

A Cash Milhas tem experiência neste mercado. Aqui, nós não só afirmamos que compramos milhas, como provamos que os seus pontos valem muito mais. Pagamento adiantado, uma boa cotação e tudo que você espera na tranquilidade de ter um bom valor no bolso. Acesse nosso site e veja o quanto pode ganhar.