Está pensando em estudar em outro país? Confira as dicas que preparamos para você organizar seu orçamento e lucrar com suas despesas

Se você pretende passar uma temporada no exterior, é bom manter suas finanças sob controle para não correr o risco de ter surpresas desagradáveis. Você sabe quais são os principais gastos com intercâmbio?

Conheça quais são eles e descubra como usar suas despesas para acumular milhas e vendê-las para obter uma renda extra. 

O que devo providenciar antes de fazer as malas e ir estudar em outro país?

A primeira coisa que você deve providenciar é seu passaporte. Esse documento é emitido pela Polícia Federal.

Você deve fazer o agendamento no site da PF e comparecer ao ponto escolhido no cadastro no dia e hora estabelecidos.

Entre agendamento e retirada do passaporte pronto, o processo pode levar, aproximadamente, 90 dias.

Portanto, providencie o seu o quanto antes, mesmo que você não saiba bem ao certo quais serão seus gastos com intercâmbio.

O passaporte tem validade de dez anos e, para emiti-lo, você deve pagar uma taxa assim que faz o cadastro no site.

Com ele em mãos, é hora de escolher o destino. Avalie o custo de vida do lugar e veja se ele se adequa ao seu perfil.

Faça uma tabela com preços de hospedagem, alimentação, transporte, seguro viagem, educação, lazer, entre outros.

Uma dica é acompanhar as dicas de quem já fez ou está fazendo intercâmbio no país para o qual você quer ir. 

Escolheu o destino? Descubra se é necessário tirar o visto e comece a providenciar esse documento.

Países como Canadá e Estados Unidos exigem visto de entrada e permanência determinada para estudantes.

É importante que você saiba exatamente quais são as documentações exigidas para o país onde você fará intercâmbio. 

Homem sentado na cama realizando contas, fazendo ligações para avaliar custo de um intercâmbio.

Quais são os principais gastos com intercâmbio?

O quanto você gastará durante seu intercâmbio depende muito do seu perfil de consumo e do estilo de vida que você adotará em outro país durante sua estada.

Além das despesas com documentação, os gastos com intercâmbio são os seguintes: 

Passagem aérea: Quanto mais perto da data da sua viagem, maiores serão os preços das passagens. Portanto, providencie sua passagem, pelo menos, 6 meses antes do embarque.

Não se esqueça de contabilizar seu voo em milhas. Para isso, faça um cadastro em um dos programas de fidelidade e compre o bilhete pela companhia relacionada a ele ou pelas empresas aéreas que fazem parte da mesma aliança.

Para acumular milhas, você deverá informar que deseja adicioná-las ao seu saldo no momento do check-in ou em um período estabelecido pela companhia aérea após o voo. 

Educação: Os gastos com intercâmbio que fazem parte dessa categoria variam de acordo com o período que você se dedicará aos estudos. Existem escolas que oferecem pacotes de 1, 3 ou 6 meses, por exemplo.

O tempo de curso deve estar relacionado com os seus objetivos em estudar em outro país. Escolha uma carga horária que contemple o melhor custo-benefício e atinja seus objetivos de aprendizagem.

Acomodação: As despesas com moradia também variam bastante e costumam ser mais altas em cidades muito procuradas. Se você pretende economizar, fuja da rota turística e fique em uma cidade um pouco menor. 

Geralmente, os serviços de acomodação são vendidos juntamente com o curso. Você pode optar por ficar em casa de família ou em residência estudantil. Nesse último caso, você deverá arcar com custos das refeições. 

Caso opte em ficar em casa de família, se ela não for próxima da escola, você terá despesas com transporte. Não fique com dúvida, pesquise bastante e converse com consultores para encontrar a hospedagem que esteja de acordo com suas necessidades.

Seguro–viagem internacional: O seguro de saúde é obrigatório na maioria dos países que recebem estudantes e ele deve compor sua lista de gastos com intercâmbio. Antes de contratar, confira quais são as seguradoras parceiras do seu programa de fidelidade.

Dessa forma, além de manter sua saúde protegida, você ainda acumula milhas. Portanto, acesse o site do seu programa de milhas e confira quem são as empresas parceiras que oferecem esse tipo de serviço. 

Transfer: Esse serviço de transporte do aeroporto para o local de hospedagem ou escola é obrigatório para estudantes menores de 18 anos. Por isso, se você faz parte desse grupo, deverá incluir os gastos com intercâmbio nesse quesito.

Alimentação: As despesas com alimentação podem ser bem menores se você optar por se hospedar em casa de família, já que todas as refeições estão inclusas no pacote. Não deixe de considerar gastos com happy hours, lanches, entre outros.

Transporte: Pesquise a distância entre a escola e a casa onde ficará hospedado. O ideal é sempre optar por transporte público para reduzir gastos com intercâmbio. Verifique a possibilidade de desconto para estudantes. 

Lazer: Coloque em seu orçamento gastos com passeios, viagens eventuais, compras, entre outros. Não deixe de conferir a programação gratuita em museus, feiras, galerias, festivais, shows e parques, por exemplo. 

Mãos segurando cartão de crédito para realizar pagamento e acumular milhas no seu intercâmbio.

Como aproveitar os gastos com intercâmbio para acumular milhas?

Como você já deve saber, quem faz parte de um dos programas de fidelidade, como LATAM Pass, Smiles e TudoAzul, pode acumular milhas de várias maneiras. A mais comum é usando o cartão de crédito.

Por isso, se você pretende lucrar com sua viagem, além de usar dinheiro em espécie para pagar suas despesas, use o cartão de crédito em algumas situações.

A cada 1 dólar gasto, você acumula 1 ponto que pode ser convertido em milhas. 

Outra forma de lucrar com seus gastos com intercâmbio é comprar malas, roupas e acessórios que você usará durante sua estada em outro país em lojas parceiras do seu programa de fidelidade. 

No site, você descobre quais são as empresas e quantas milhas você ganhará ao comprar os produtos.

Não se esqueça de transferir os pontos acumulados no cartão de crédito para o programa de milhas antes que eles expirem. 

O que fazer com as milhas acumuladas em gastos com intercâmbio?

Antes que suas milhas acumuladas durante seu período de intercâmbio vençam, acesse o site da Cash Milhas.

No campo “quanto vale minhas milhas”, preencha os espaços em branco com seu nome, e-mail, telefone, companhia aérea e quantidade de milhas.

Acesse seu e-mail e clique na mensagem que enviaremos para você. Confira o valor que será pago por suas milhas e siga as instruções para os próximos passos.

Clique no link que direciona para nosso ambiente seguro e finalize seu cadastro.

Aguarde a validação da venda para que dinheiro seja depositado em sua conta.

Aproveite nossas dicas para planejar seus gastos com intercâmbio e tornar sua experiência em outro país inesquecível e lucrativa.