Uma das maiores dúvidas dos fanáticos por milhas é quanto é o preço de milhas. Os pontos valem muito? Valem pouco? Como eu vou saber se estou sendo ludibriado por alguma empresa? Como eu sei se os programas de fidelidade estão cobrando um valor justo se eu quiser comprar? Quanto eu posso ganhar de fato ao acumular os pontos no meu cartão?

 

Com tantas dúvidas, faltam respostas para quem quer negociar milhas, seja para a compra, seja para a venda. O questionamento do preço de milhas pode causar brigas e, no final, fazer com que os pontos sejam inutilizados. No Brasil, esse mercado movimenta até R$ 4 bilhões, mas apenas 46% utilizam um programa de fidelidade, de acordo com um dado de 2014. Ou seja: além de não saber quanto vale seus pontos, o brasileiro não o usa.

 

Para que você não deixa de aproveitar um mercado com tantas possibilidades, separamos algumas dicas para você. Continue lendo esse texto e saiba como aproveitar o máximo do seu programa de fidelidade.

 

O preço de milhas dentro da companhia

 

Smiles, Multiplus e TudoAzul fazem de tudo para que o cliente não se preocupe com o preço de milhas. Para os programas de fidelidade, o usuário precisa ficar preso dentro da empresa. A única opção que eles oferecem é a compra de milhas para complementar o saldo diante de algumas trocas, como passagens aéreas ou produtos de lojas parceiras.

 

Nessas compras, o preço de milhas varia de companhia a companhia. Em algumas, o preço sai mais em conta do que outras, mas não é somente essa a variável. Depende de quanto a empresa irá pedir para trocar nos produtos oferecidos. Em resumo, você pode até pagar um valor que supõe ser barato, mas precisará gastar muito mais para ter algum retorno.

 

Existem também duas formas distintas de preço de milhas em cada companhia. Uma é feita quando a compra é realizada na hora da troca, direto com a empresa. Outra é quando a operação é realizada dentro dos clubes VIPs, pacotes de milhas mensais. No segundo caso, além do preço em um pacote fechado, há também acesso a promoções exclusivas que podem baratear o valor na hora de adquirir mais pontos.

 

Negociando os pontos externamente

 

O preço de milhas com operadoras também não segue um padrão determinado. Cada ponto de cada programa de fidelidade tem um valor diferente, além da cotação própria da empresa. O que cabe ao usuário é que ele investigue sobre as empresas antes de negociar. Assim, ele saberá onde o melhor valor é oferecido e qual operadora é confiável.

 

Para saber com qual empresa você está negociando e se o preço de milhas será justo, basta algumas pesquisas simples. Primeiramente, busque em sites especializados em reclamações de clientes como o Reclame Aqui e verifique como está a reputação da operadora que está pensando em negociar. Nada melhor que a opinião de quem já teve alguma experiência.

 

Procure também o endereço e um contato da empresa. Para que paguem um preço de milhas justo, sem roubar seus pontos, a operadora não precisa se esconder. Depois disso, basta fazer a cotação e preparar para negociar suas milhas. Tudo isso, com um valor que irá te surpreender, é só na Cash Milhas! Faça uma cotação no nosso site e veja o quanto pode ganhar.