Férias é a época mais desejada do ano pela maioria das pessoas. Relaxar, descansar bastante e claro, viajar! Mas, será que é possível organizar uma viagem quando se está com pouco dinheiro para gastar? Sim! Uma excelente opção é acumular milhas em viagens e compras em cartão de crédito e depois vendê-las.

Essa opção faz com que você consiga dinheiro e não abra mão dos seus planos para as férias. A ajudinha vai deixar esse período ainda mais tranquilo e aí é só curtir o caminho. E se tiver acumulado milhas TAM é ainda melhor, já que os valores são um dos mais altos entre os programas de fidelidade.

Mercado de milhas

Os brasileiros têm apostados cada vez mais nos programas de milhagem para ganhar uma grana extra. Com a venda, os fidelizados desses programas tanto de companhia aérea quanto de cartão crédito, tem alcançado uma boa economia e conseguido assim um dinheiro para realizar seus desejos.

É comum que os usuários desses programas acumulem milhas e não consigam resgatá-las antes do vencimento ou que não somem a quantidade necessária para trocá-las em algum produto ou passagem de seu interesse. Dessa forma, acabam ficando sem o benefício conquistado através das suas compras.

Por isso, a melhor solução é acumular milhas e depois vendê-las, conquistando assim uma independência com o valor adquirido.

Vantagens em acumular milhas e vendê-las

Muita gente questiona o que vale mais a pena ao acumular milhas, se é vendê-las ou trocá-las por algum dos benefícios que os programas de fidelidade oferecem. A venda proporciona praticidade e vantagens econômicas que a diferencia da troca.

Para entender melhor sobre essa economia, imagine a seguinte situação: Fernanda acumulou 50 mil milhas TAM com os gastos no cartão de créditos e as várias viagens do trabalho e a passeio.

Ela pode trocar para suas próximas férias 49 mil milhas em bilhetes aéreos de ida e volta entre São Paulo e Aracaju. Ou vender suas milhas por uma média de R$ 1170,00.

Vender milhas acumuladas tam

Na mesma data, conseguimos passagens aéreas para o mesmo trecho por R$ 650,00, ou seja, se a passagem for comprada em dinheiro, a Fernanda conseguiria um lucro de R$ 520,00. Assim, ela compraria as passagens e teria R$ 520,00 para gastar durante sua viagem.

Além disso, é importante lembrar que, comprando as passagens em dinheiro, você também tem a possibilidade de participar de promoções, aumentando ainda mais a sua economia. Sendo que sempre surgem promoções relâmpagos feitas pelas companhias aéreas.

Outro ponto a favor é que, comprando a passagem em dinheiro, você vai acumular novamente um pontos em milhas, diferente de quando você as troca.

O lucro ao vender milhas acumuladas é certo

Para não ficar nenhuma dúvida de que é lucrativo vender milhas, confira outro exemplo: Passagem de ida e volta entre Rio de Janeiro e Chile, pode ser trocada por 90 mil milhas aproximadamente, considerando o programa de milhas TAM. O valor da venda dessa quantidade de milhas é em média R$ 2.000,00.

As passagens aéreas para esse mesmo trecho saem em média por R$ 1600,00. É só colocar no papel, a diferença pode chegar a R$ 400,00. É lucrativo ou não é?

Maior independência

Além da questão lucrativa, existem outras vantagens em vender milhas. Quem participa de programas de fidelidade, fica preso a regras e condições estipuladas pelos mesmos. Uma das regras que podem gerar prejuízo ao usuário é a data de vencimento das milhas.

Ao acumular milhas, a pessoa precisa ficar de olho no tempo, já que as milhas vencem no período de dois anos, no caso do programa de fidelidade da TAM (Multiplus). Se não forem usadas até a data de validade, o cliente perde todo seu saldo, a não ser que seja feita a reativação, mas para isso, é necessário pagar uma quantia, o que não é uma vantagem.

Na venda de milhagem não existe preocupação com o tempo. E o melhor: as milhas não diminuem seu valor mesmo se o período de vencimento estiver próximo!

No momento do resgate da sua pontuação por benefícios oferecidos pelos programas, as alternativas são limitadas apenas às ofertadas na listagem de cada programa. A pessoa pode até possuir um saldo alto de milhas, porém se não tiver nenhum produto ou serviço que a interesse, as milhas podem ser perdidas.

Em circunstâncias como essas, é lucrativo vender as milhas e usar o valor da negociação onde e quando desejar. Sua prioridade pode não ser adquirir um novo smartphone, mas pagar as dívidas da viagem do mês passado, por exemplo. Nessas situações, é muito mais viável ter a grana extra e utilizá-la de acordo com sua necessidade.

Praticidade

É muito simples e rápido vender milhas. O procedimento não é nada burocrático e não te traz preocupação alguma. E o melhor: você nem precisa sair de casa já que tudo é feito online. Realizada a cotação, a negociação é feita e o dinheiro cai na conta corrente do titular das milhas. Outro ponto importante é que vender milhas é legal e um direito de todo consumidor.

O importante é escolher uma empresa confiável com credibilidade no mercado de milhagens para assegurar o sucesso da transação.

Agora que conferiu que as milhas acumuladas em compras com cartão de crédito e viagens realizadas compensam mais do que os bilhetes aéreos, tente acumular o máximo possível para vendê-las futuramente. Assim, você terá um bom retorno dos seus gastos diários, rendendo o seu dinheiro.

Plataformas especializadas em comprar e vender milhas, pagam pelo saldo dos cadastrados nos programas de fidelidade.  Uma excelente oportunidade para quem quer ter uma quantidade maior de vantagens e benefícios.

Curtiu as dicas e informações dessa publicação? Conseguiu tirar todas as suas dúvidas sobre as vantagens da venda de milhas? Tem milhas acumuladas e deseja vendê-las? Faça já uma cotação com a Cash Milhas, empresa confiável e especializada na compra e venda de milhas aéreas.