Débito dificilmente permite acumular milhas; o ideal é substituir pelo cartão de crédito para otimizar seus lucros no momento da venda

Temos uma má notícia para os usuários do cartão de débito: ele não é nada vantajoso para aproveitar as excelentes oportunidades de venda de milhas que geram um dinheiro extra. 

Esse meio de pagamento ligado diretamente a uma conta bancária até pode ter algumas vantagens, mas a modalidade não costuma estar vinculada a programas de acúmulo de milhas, ao contrário dos cartões de crédito, que na maioria das vezes participam destas iniciativas.

Além disso, sua utilização vai na contramão das tendências mundiais.

Em pesquisa global, a FIS, empresa internacional do setor de pagamentos, mostrou que o Brasil se destaca pelo uso maior do cartão de crédito quando comparado à América Latina e ao resto do mundo. E isso é tanto nas compras presenciais quanto no e-commerce.

Em países como Estados Unidos, Austrália, França e Japão, o cartão de crédito também representa uma maioria esmagadora, segundo a plataforma de pagamentos Adyen.

Débito x Crédito

Usar cartões definitivamente é mais seguro e conveniente para o consumidor do que usar dinheiro vivo. E nesse caso, ambas as modalidades saem na frente.

Optar pelo débito, no entanto, pode causar alguns transtornos. 

O primeiro deles é a dificuldade para adquirir produtos e serviços em e-commerces. Isso porque as plataformas não são programadas para aceitar essa modalidade, o que pode ser contornado com pagamentos via transferência e boletos, mas vale lembrar que eles não são debitados na hora. 

Além disso, a opção não permite realizar parcelamentos, apenas compras à vista, o que dificulta bastante a aquisição de itens de maior valor. 

As principais desvantagens do débito, no entanto, são que ou você precisa ter saldo disponível em conta para usá-lo ou se submeter ao cheque especial, que conta com altos juros mensais. Se você não se planejar, usar o cartão de débito vai sair bem caro. 

No entanto, com o cartão de crédito, o consumidor tem muito menos transtorno.

A maior preocupação que você precisa ter para aderir a ele é se planejar financeiramente. Ou seja, evite entrar no rotativo do cartão, que cobra juros altos.

Seus benefícios, entretanto, como o prazo para pagamento, o parcelamento sem juros, a maior aceitação comercial e a possibilidade de ganhar descontos e juntar milhas, são superiores a qualquer risco. 

Cartão de crédito para acumular milhas

O cartão de crédito é a principal ferramenta na hora de acumular milhas nos programas de fidelidade das companhias aéreas. 

Esse acúmulo funciona da seguinte maneira: ao longo do mês, você realiza normalmente as suas compras. Ao quitar a fatura, você acumula pontos. 

Acumulou? Agora é só transferir para os programas de fidelidade das companhias aéreas ao qual seu cartão está vinculado.

Dentro do programa da companhia aérea, os seus pontos são convertidos em milhas. Você pode trocar por benefícios como viagens e produtos. Ou, melhor ainda, pode vender para a Cash Milhas.

Quais cartões de crédito acumulam milhas?

Existem centenas de cartões de crédito atualmente que acumulam milhas. 

As instituições bancárias tradicionais possuem cartões de crédito dentro de seus próprios programas de fidelidade. É o caso:

  • Sempre Presente, do Itaú.
  • Esfera, do Santander.
  • Pontos Caixa, da Caixa Econômica Federal.
  • Livelo, do banco Bradesco e do Banco do Brasil.

Bancos digitais, como Nubank e C6, também já fecharam parcerias com os principais programas de fidelidade das aéreas. 

As administradoras dos cartões – chamadas de bandeiras – oferecem cartões do tipo co-branded. Ou seja, eles são emitidos em parceria com uma instituição. Como por exemplo, redes de supermercado até companhias aéreas. Eles podem ser usados em todos os estabelecimentos acumulando milhas.


Homem feliz segurando o cartão de débito.

Como obter um cartão de crédito que acumula milhas?

Para substituir o cartão de débito e ter acesso a cartões que juntam pontos, é preciso consultar o seu banco ou o seu programa de fidelidade. 

Por isso, tenha em mente que existem cartões para variados perfis de clientes.

Considere critérios como faixa de renda, anuidade de benefícios adicionais para escolher o cartão mais conveniente para você. 

Cartão de crédito acumula quantas milhas?

Assim como existe uma variedade de cartões que permitem juntar milhas, existem muitas regras distintas. 

De forma geral, cada cartão tem um regulamento próprio que esclarece a quantidade de milhas que o consumidor recebe por transação. Portanto, é muito importante que você confira as condições antes de obter o seu novo cartão.

Podemos dizer que cartões de alta renda oferecem uma pontuação superior. Já os cartões de entrada contam com pontuações mais baixas. No entanto, é melhor juntar um pouco do que nada, certo?!

Como juntar milhas com cartão de crédito?

Agora você já entendeu que o cartão de crédito vale mais a pena. Por isso, está na hora de aprender a gastá-lo de forma inteligente para acumular mais milhas antes de fazer a comercialização.

A melhor forma de juntar pontos é usar a função crédito em todas as suas transações diárias. Por exemplo, na padaria, para pagar o serviço de um encanador ou, até mesmo, para grandes aquisições como um novo notebook.

Por isso, confira quem são os parceiros do seu programa de pontos e dê preferência para realizar compras nestes locais. Há parceiros em todos os setores de atuação, de alimentos e bebidas, passando por vestuário e eletrônicos e até serviços turísticos e postos de combustível. 

Além disso, fique de olho nas promoções. Os programas de fidelidade estão sempre realizando promoções que oferecem mais milhas na hora de usar o cartão. No entanto, é a maneira ideal de maximizar seus pontos!

E aí? Já decidiu abrir mão do seu cartão de débito?

Esperamos que sim, pois dessa forma você poderá começar a acumular milhas. Quanto tiver um saldo significativo, que tal trocá-las por dinheiro? Aqui na Cash Milhas fazer isso é prático, seguro e vantajoso!