Acabe agora mesmo com a dúvida e descubra se é possível viajar no final do ano

A economia do setor aéreo foi uma das primeiras a sofrer os impactos da pandemia.

Desde redução de frota até paralisação completa, nenhuma companhia de aviação escapou dos efeitos da crise.

Enquanto a vacina contra a Covid-19 não chega, as companhias aéreas têm buscado alternativas para se recuperar de um dos piores momentos da história.

Não é à toa que surgem questionamentos sobre pelo que esperar nesses momentos finais de 2020.

Dentre tantas incertezas, é possível encontrar algumas respostas. Selecionamos as principais informações sobre a economia do setor aéreo no Brasil para que você fique atualizado sobre o assunto.

imagem de calculadora e caneta junto com planilhas para falar sobre a economia do setor aéreo

Fortalecimento de demandas

O Brasil é um dos países da América Latina que melhor tem enfrentado a crise originária da pandemia.

As medidas tomadas pelas companhias aéreas têm fortalecido a retomada das atividades com avanços, não só no mercado nacional, mas também no internacional.

Voos pela GOL

De acordo com a companhia, o objetivo para esse final de ano é operar com 90% dos voos que contemplam a malha doméstica.

No caso dos voos internacionais, a GOL pretende retomar de forma gradual a partir de novembro.

De acordo com o sistema de reservas, a primeira rota liberada será de São Paulo para Montevidéu.

A partir do dia 1 de dezembro, será possível voar de São Paulo para Buenos Aires, Assunção, Santa Cruz de la Sierra e Santiago.

Além disso, consta no sistema que os voos de Brasília para Miami, Orlando e Cancún estarão disponíveis a partir da mesma data.

Do Rio de Janeiro, será possível voar para Buenos Aires.

Viagens para Punta Cana serão retomadas a partir de 2 de dezembro. Os voos para Quito estarão liberados a partir de 3 de janeiro de 2021.

Vale mencionar que estamos falando de previsões.

Se você pretende viajar para um desses destinos, é importante acompanhar as atualizações da GOL em relação à liberação dos voos.

Como já dissemos, estamos diante de momentos incertos  de economia do setor aéreo e é natural que os planos mudem.

A GOL ressalta que o retorno depende das restrições de viagem impostas pelas autoridades dos países nos quais a companhia opera na América do Sul, Central e no Caribe, além de recomendações das autoridades dos EUA.

Voos pela LATAM

De acordo com a LATAM, o esperado é que haja um aumento de 42% no número de voos domésticos diários no final de 2020.

O objetivo é contemplar 44 destinos no Brasil com uma média de 243 voos por dia.

A companhia firmou parceria com a Azul, o que gerou o reforço de outras 35 rotas contempladas a partir de setembro.

Em relação aos voos internacionais, a empresa tem programado reservas para Santiago e Nova Iorque.

Destinos europeus, como Lisboa, Madri e Londres também tem aparecido no sistema de reservas da LATAM.

Rotas de São Paulo para Buenos Aires, Frankfurt, Assunção, Lima, Montevidéu e Miami e Santiago também retornarão gradualmente.

No final de outubro, tudo indica que a companhia aérea acrescentará voos de Guarulhos para Cidade do México e Orlando.

Como já mencionamos, a retomada da economia do setor aéreo da LATAM também pode sofrer alterações.

Como ficam os programas de milhas com a retomada da economia do setor aéreo?

As regras de acúmulo de milhas continuam as mesmas. Desde março, os programas de fidelidade têm atualizado alguns processos para alinhar com o contexto da pandemia.

Basicamente, o que sofreu alteração foi o prazo de validade.

De resto, as formas acumular, seja transferindo os pontos do cartão ou comprando de parceiros, continuam as mesmas.

Mas, como estamos passando por incertezas, deixar milhas paradas esperando a economia do setor aéreo se normalizar não é boa opção.

O mais indicado é vender as milhas e obter uma renda extra ou formar uma reserva de emergência com o dinheiro.

Para isso, é importante vender para uma empresa de confiança, como a Cash Milhas.

Nós garantimos transparência, cotação coerente com o mercado e segurança dos seus dados em todas as etapas da negociação.

Acesse agora mesmo nosso site, faça uma cotação das milhas, finalize o cadastro e escolha a forma de recebimento.

Enquanto a economia do setor aéreo retoma suas forças, você aproveita para lucrar com suas milhas. Conte conosco!