Os momentos de crise financeira faz com que os mais diversos movimentos sejam tomados. Os famosos bicos são uma forma mais antiquada de se procurar uma renda extra. Alguns tentam em trabalhos de freelancer o dinheiro para liberar o aperto. Entretanto, muitos se esquecem de uma opção simples e que pode render muito: vender pontos. Mas negociar milhas é confiável?

 

Os usuários que recorrem a esse sistema de compra e venda de pontos costumam ter dúvidas de como o processo funciona. Os programas de fidelidade como Multiplus, Smiles e TudoAzul ameaçam seus clientes, dizendo que o sistema não é legal. Só que não é bem assim. Negociar as milhas é confiável e pode render muito dinheiro aos seus clientes.

 

Entenda um pouco mais o sistema, os seus direitos e prepare o bolso! Depois da primeira vez que negociar seus pontos, você não irá mais parar.

 

O que diz a lei brasileira sobre o negócio de pontos?

 

Clientes dos mais diversos programas de fidelidade podem ficar tranquilos. Segundo a lei brasileiro, o negócio de compra e venda de milhas é uma movimentação totalmente legal. Não há nada que possa impedir os usuários de vender seus pontos para terceirizados. As falas das empresas são apenas uma forma de evitar que você gaste as milhas em outros locais.

 

A justificativa para que afirmar que o negócio de milhas é confiável é simples. Na prática, os pontos que ficam em seu saldo estão embutidos nos diversos produtos que você adquirir. Seja nas viagens, nos gastos do cartão ou em lojas parceiras, você pagou por aquele ponto. Logo, como também o adquiriu, pode usar, trocar, comprar ou mesmo vender.

 

Visto isto, agora é necessário que você saiba como escolher uma empresa confiável, além de saber como acumular seus pontos. Saiba desde já: quanto maior o seu saldo, maior será o dinheiro que você terá no seu bolso. É um ciclo constante que você nunca mais deixará de recomeçar a toda hora.

 

Mais saldo, maior o negócio: milhas é confiável e rende mais

 

Vamos por partes. Primeiro, é necessário que você saiba os pequenos truques para o saldo ficar mais robusto. Siga os três passos: primeiro, viaje sempre com a companhia do seu programa de fidelidade. Com isso, você acumulará milhas de forma mais fácil, tendo em vista que é voando que se adquire as milhas de forma mais rápida.

 

Segunda dica: use sempre o cartão de crédito. A média do mercado é de um ponto a cada dólar gasto. Isso se você não obter um cartão cobranded, que pode pontuar em até 2,5. Concentre todas as suas compras nos plásticos para poder fazer a venda de milhas. Terceiro e não menos importante, compre em lojas parceiras. Nelas, os programas também pontuam nos gastos.

 

Para achar uma ter certeza que o seu negócio milhas é confiável, procure uma empresa que não tenha reclamações em sites como Reclame Aqui, informe endereço e telefone de contato e que, de preferência pague antecipado aos seus clientes. Tudo isso com uma boa cotação você encontra na Cash Milhas! Acesse nosso site e veja o quanto pode ganhar pelos seus pontos.