Um programa de pontos e milhas qualificáveis possui algumas diferenças entre si. Em especial, quanto a sua forma de acúmulo, por exemplo. No entanto, é importante saber mais sobre ambos e o que cada um deles tem de tão interessante. 

Programa de pontos, entenda o que é

Os programas de pontos, hoje em dia, são bem populares. Dessa forma, não apenas bandeiras de cartões de crédito possuem um. Mas, também bancos e operadoras. 

Esse tipo de serviço tem como objetivo aproximar o cliente da marca, ou seja, fidelizá-los. Portanto, diversas empresas financeiras têm investido nessa ideia. 

O processo de acúmulo de pontos acontece de forma simples, basta pagar uma conta de consumo ou fazer uma compra na função crédito. Em seguida, caso tenha afiliação com um programa de milhas, por exemplo, é só:

  1. Transferir para lá;
  2. A partir disso, os seus pontos se convertem em milhas;
  3. Você pode lucrar com a venda delas em plataformas como a Cash Milhas. 

Vender milhas, sem dúvida, lhe dá muito mais liberdade. Isso porque, com o dinheiro, tem-se a chance de fazer o que quiser.

Pais sorridentes com crianças reunidas no sofá usando tablet enquanto escolhem uma excursão on-line antecipando as férias de verão todos juntos. Eles participam do programa de pontos e milhas qualificáveis.

Como funcionam os principais programas de pontos?

A principal forma é tendo gastos no cartão de crédito. Por isso, é importante concentrar as suas despesas do dia a dia com ele. A partir disso, no final do mês, em sua fatura, você descobre quantos pontos acumulou. 

Quanto mais puder gastar, maior é a pontuação acumulada, a fim de trocar por milhas. Saiba ainda que a quantidade de pontos por compra depende do seu programa.

Programa de pontos Nubank

Rewards é o nome do programa deste banco. Assim, a cada R$ 1 gasto em compras com o seu cartão Nubank, garante-se um ponto.

O programa de pontos Itaú

Como o banco possui diferentes cartões, cada um deles pontua a cada dólar gasto. Dessa forma, varia de um ponto até 2,5.

O que são milhas qualificáveis?

Elas são milhas que se usa, a fim de manter a sua categoria em um programa ou para mudar de status. A Smiles, da companhia GOL, por exemplo, oferece milhas qualificáveis aos seus clientes.

Com isso, ao voar com a empresa e atingir uma certa quantidade de milhas, o passageiro tem direito a fazer um upgrade. Isso, de fato, dá a ele a chance de colher mais benefícios dentro da companhia.

Entenda como esse tipo de milha funciona

A contagem de milhas qualificáveis acontece da maneira que você vai ver a seguir tendo como exemplo o programa Smiles da GOL:

  • Uma milha aérea gera uma milha qualificável;
  • 10 milhas obtidas em compras com um dos cartões Smiles geram uma milha qualificável;
  • 10 milhas dos planos de assinatura do Clube Smiles geram uma milha qualificável.

Vale dizer que as milhas extras de campanhas de transferência de pontos de um cartão para um programa de milhas, por exemplo, não se convertem em qualificáveis. 

Programa de pontos e milhas qualificáveis: qual a diferença?

Agora você já entende melhor o que são milhas qualificáveis e programas de pontos. Além disso, sabe como cada um funciona, então, chegou a hora de compreender a principal diferença entre ambos.

Um programa de pontos pertence a bancos e bandeiras de cartões (Mastercard). Por outro lado, as milhas qualificáveis, são um tipo de upgrade que se recebe de um programa de milhas de uma companhia de aviação a qual se faz parte. 

Em resumo, o que diferencia esses dois, acima de tudo, é a sua forma de acúmulo. Já que, este primeiro, é por meio de gastos no cartão de crédito. Enquanto o segundo, é a partir de voos, por exemplo. 

Como acumular pontos?

Acumular pontuação para depois convertê-la em milhas, ao contrário do que se pensa, é um processo bem simples. Assim, veja o passo a passo abaixo:

  1. Conheça as regras do programa de pontos antes de se cadastrar;
  2. Depois de ficar por dentro de tudo, registre-se pelo telefone ou online;
  3. Faça as suas compras e pagamentos na função crédito do seu cartão;
  4. Quanto mais você usar, mais pontos irá acumular;
  5. Para converter em milhas, entre em contato com a sua operadora;
  6. Transfira a quantidade de pontos que desejar para o seu programa de milhas;
  7. Venda para a Cash Milhas e ganhe um dinheiro extra.

Esqueça o seu cartão de débito e foque o seu dia a dia de consumo no crédito, a fim de acumular muitos pontos. 

Saiba como acumular milhas qualificáveis

Existem três formas de acumular milhas qualificáveis na Smiles, por exemplo. Dessa forma, a primeira delas é ao voar com a GOL ou com uma das companhias parceiras da mesma. 

A segunda maneira, então, é fazer a assinatura do clube de pontos deste programa de milhas. Há diversos planos e cada um deles oferece vantagens ao assinante, como as qualificáveis para subir de categoria. Saiba, no entanto, que o de 20.000 não oferece isso.

Por último, outra forma de adquirir milhas qualificáveis é usar um dos cartões de crédito da Smiles. Portanto, ao comprar uma passagem aérea ou reservar um hotel, a cada 10 milhas, uma delas se torna qualificável.

Milhas qualificáveis e programa de pontos, valem a pena?

Para quem enxerga na venda de milhas uma chance de ganhar um dinheiro extra, sem dúvida, compensa participar de um programa de pontos

Ao juntar uma boa pontuação em seu cartão, depois é só transferir para o seu programa de milhas e vender para uma plataforma de confiança como a Cash Milhas. É lucro certo e há total liberdade.

Em relação às milhas qualificáveis, também vale a pena acumulá-las. Isso porque, ao subir de categoria em uma companhia aérea, você recebe mais vantagens na empresa ao voar com ela.  

Programas de pontos e milhas qualificáveis, como visto acima, possuem as suas diferenças. No entanto, ambos têm algo em comum, já que, são formas de fidelização para clientes e que se usados de modo estratégico, podem lhe render muitos benefícios.