Negociar milhas aéreas tem se tornado um grande negócio no Brasil. Cada vez mais pessoas se atentam para essa oportunidade de ganhar dinheiro e passaram a se informar mais sobre como adquirir milhas, em que elas podem ser trocadas e, principalmente, o quanto elas podem render em dinheiro.

Se por um motivo ou por outro você ainda não estava por dentro dessa incrível oportunidade de conseguir um bom dinheiro, sua sorte acaba de mudar. Nesse material você encontrará a resposta de todas as perguntas de quem pretende aderir a essa ideia, mas não sabe ainda por onde começar.

E se o propósito deste texto é te ajudar a entender um pouco mais sobre este modelo de negociação, nada mais natural do que começar do princípio, e, assim sendo, a primeira pergunta que devemos responder é:

 

O que são milhas aéreas?

De forma resumida, para que possamos passar para a parte que de fato importa nesse texto, milhas são pontos oferecidos pelas companhias aéreas em seus programas de fidelidade.

Ao participar de um desses programas, o cliente passa a acumular pontuações em seu cartão de crédito sempre que realiza uma viagem pela companhia ou compra produtos e serviços de empresas parceiras.

Estes pontos podem ser convertidos em milhas, que podem ser trocadas por novos bilhetes de viagem, ou mesmo trocadas por novos produtos das já citadas empresas parceiras. Uma última opção do que fazer com suas milhas, é vendê-las a terceiros. O que vem se mostrando altamente popular e vantajoso, mas falaremos sobre isso daqui a pouco.

 

Quais são os programas de fidelidade mais seguros atualmente?

No Brasil, as companhias aéreas que hoje oferecem este tipo de vantagem aos clientes são Avianca, Latam, GOL e Azul. Falaremos a seguir sobre cada um de seus programas de fidelidade para que você descubra qual mais se encaixa em seu perfil:

  • Amigo, da Avianca

O clube de fidelidade da Avianca divide seus participantes nas modalidades Diamond, Gold, Silver e Bronze, de acordo com a quantidade de pontos acumulados por cada cliente.

Este programa oferece ao participante a possibilidade de acumular pontos a cada voo realizado ou compra no cartão de crédito e trocá-los por passagens, não só dessa companhia como de outras, internacionais que compõem o grupo Star Alliance.

Um diferencial desse programa em relação aos outros que falaremos adiante é que ele permite o cadastro de outros membros da família, o que significa maior acúmulo de pontos.

  • LATAM Fidelidade

Assim como o Amigo, o programa da companhia aérea Latam também permite que pontos sejam acumulados em cada voo ou compra no cartão.

E, assim como no primeiro caso, aqui também é possível trocar seus pontos por passagens de companhias estrangeiras como Copa Airlines, Air Canada e Air China, todas membros do Grupo OneWorld.

  • Smiles, da GOL

O programa de fidelidade da GOL também permite o acúmulo de pontos por meio de viagens e compras no cartão. Ele também divide os clientes em categorias, no caso Smiles (básico), Prata, Ouro e Diamante, por meio dos quais os clientes possuem benefícios como embarque prioritário, bônus ao acumular milhas aéreas, entre outros.

Assim como os demais, o Smiles também possui parceria com empresas estrangeiras, possibilitando ao filiado realizar viagens por meio de suas milhas com empresas membros da Star Alliance, como Delta Airlines e Air France, por exemplo.

  • TudoAzul

Por fim, o programa TudoAzul, da Azul Linhas Aéreas, a exemplo dos demais, acumula pontos em viagens aéreas.

Como começar a acumular milhas?

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o que são milhas e as vantagens de acumulá-las, é hora de saber como isso pode ser feito. A boa notícia é que é muito fácil de fazer: basta se cadastrar em um dos programas de milhas hoje presentes no País e que citamos anteriormente.

Importante se filiar ao programa da companhia aérea pela qual você tem mais costume de viajar, pois a melhor maneira de se acumular milhas são exatamente as viagens feitas. Outras dicas importantes para você conseguir acumular milhas com mais facilidade são:

  • Procure usar ao máximo o seu cartão de crédito, pois é dessa forma que os pontos serão acumulados e, posteriormente, convertidos em milhas. (Como isso é feito? Falaremos adiante.);
  • Quando viajar de avião, opte por fazer viagens maiores, ou seja, aquelas que realizam conexões. Por realizar trajetos maiores, esse tipo de viagem, claro, significa mais milhas.

 

 

Como converter pontos em milhas aéreas?

Bom, chegou o momento de colocar a mão na massa e começar a realizar na prática a conversão dos pontos em milhas, para trocá-las no que você bem entender. A boa notícia é que essa operação é bem simples de ser realizada e conta com três participantes:

  • Você;
  • Seu banco;
  • Seu programa de fidelidade.

O primeiro passo é, obviamente, escolher um dos programas de fidelidade que mais te agrada. Deve-se levar em conta que, para aproveitar ao máximo as vantagens oferecidas, é importante escolher o programa da companhia aérea que possui parcerias com empresas com as quais você tem o costume de comprar.

Isso facilitará não só o acúmulo dos pontos, como também te dará mais opções de produtos ou serviços a trocar pelos pontos acumulados.

Dito isto, você deve apenas ir ao site do programa de fidelidade e realizar um cadastro rápido e simples, com informações como nome, CPF e dados bancários.

É bom ressaltar que não estar cadastrado em um programa de fidelidade não significa não acumular pontos, mas é preciso que este cadastro seja feito para que você tenha acesso aos benefícios oferecidos.

Cada banco tem a sua própria maneira de administrar esse modelo de negociação, embora, alguns procedimentos sejam  comuns a todos eles.

No geral, é preciso acessar o site da instituição financeira e realizar um cadastro com informações como número da agência e da conta, senha do autoatendimento e, por fim, escolher o programa no qual pretende se filiar.

Busque sempre se informar junto ao seu banco, entenda o que ele oferece para esse tipo de negociação e, se necessário, peça auxílio para que tudo seja feito sem dificuldades.

Feito isso, pronto! Em, sua próxima compra com o cartão, você já estará acumulando milhas para trocar futuramente em produtos ou serviços. Fácil, não é?

 

Você pode trocar as milhas pelo que?

Já falamos amplamente que as milhas ou pontos adquiridos por meio das compras com o cartão podem significar não só a possibilidade de realizar viagens utilizando esses pontos, como também trocar por produtos em empresas parceiras. Mas afinal, de que produtos estamos falando?

Bom, aí depende da quantidade de pontos que você tem disponíveis para troca. Para facilitar, dividiremos em três grupos distintos de acordo com o perfil de cada consumidor e o que ele pode conseguir com as milhas adquiridas.

Perfil 1

Se você for daquelas pessoas mais controladas, que usam o cartão de crédito apenas em situações extremamente necessárias, isso pode significar que você possui poucos pontos que podem não ser suficientes para uma troca por milhas e, consequentemente, a gama de produtos disponíveis também não é muito grande.

Sendo mais exato, este tipo de consumidor geralmente tem pontos acumulados suficientes para adquirir produtos com o valor aproximado de R$ 200,00, como livros, ingressos para shows e teatro, descontos em restaurantes, entre outros.

Perfil 2

O meio termo desse cenário é aquele consumidor um pouco menos radical com o controle dos gastos no cartão, mas que também não gosta de exagerar.

Quem se encaixa nesse perfil de consumidor, geralmente terá pontos suficientes para trocar por passagens aéreas mais baratas, adquirir eletrodomésticos como cafeteiras, liquidificadores e produtos de decoração de pequeno porte.

Perfil 3

O consumidor dessa categoria é aquele que não tem problemas em usar o cartão de crédito e não cai da cadeira quando a fatura chega. Por acumular muitos pontos, usuários que se encaixam nesse perfil costumam fazer parte das melhores categorias nos programas de fidelidade.

Além de conseguir resgatar pontos suficientes para realizar viagens maiores e para lugares mais distantes, esses consumidores conseguem também trocar esses pontos por produtos de maior luxo, como TVs, celulares e até computadores.

 

Acumular milhas também significa passagens mais baratas

Citamos os benefícios de resgatar suas milhas aéreas visando adquirir produtos, mas o grande foco desse modelo de benefícios, – como não poderia deixar de ser já que estamos falando de clubes de fidelidade ligados a empresas aéreas, é em como gastá-los nas próprias companhias, por meio da troca em passagens.

Assim como citamos, os perfis de clientes variam de acordo com a quantidade de milhas que cada um possui para trocar por produtos. A lógica continua a mesma no que diz respeito a conversão por passagens.

Quanto mais pontos você tiver, mais passagens conseguirá resgatar, ou, ainda, poderá fazer viagens mais longas.

Para economizar de verdade, antecedência é tudo!

No entanto, algumas dicas são importantes para que você consiga tirar o melhor proveito possível do saldo de milhas que possui. Assim como comprar passagens no dinheiro, as compras com milhas também podem ter seus valores variando de acordo com fatores como dia e horário da compra e da data da viagem.

E, por falar nisso, é importante emitir as passagens com certa antecedência, pois deixar para a última hora, pode significar pagar mais caro pelos bilhetes. O ideal é comprar as passagens entre 45 e 90 dias antes de sua viagem, caso seja um voo doméstico, e entre 90 e 120 dias para voos internacionais.

Geralmente são nos finais de semana as melhores oportunidade de conseguir passagens com preços mais em conta. Aliado a esses fatores, se você conseguir adquirir passagens em uma promoção, por exemplo, a economia pode chegar a 80%!

 

 

Posso vender milhas e conseguir dinheiro por elas?

Se você chegou até aqui, com certeza, já aprendeu muito sobre como acumular, resgatar e trocar suas milhas. No entanto, ainda quer saber quais outras possibilidades, pois não viaja muito.

Calma! A nossa próxima dica certamente fará seus olhos brilharem, pois falaremos de uma maneira simples para se ganhar dinheiro fácil. Isso mesmo! Vender milhas, significa dinheiro no bolso de maneira fácil e rápida, e, não é por acaso que, esse é o mercado mais agitado no Brasil no momento.

Depois dessa ótima notícia, certamente temos novamente sua atenção voltada para este conteúdo. Então, sem mais delongas, aí vai a dica para você fazer dinheiro ao vender milhas:

Primeiramente, você deve buscar por uma empresa do setor especializada na compra e venda de milhas. Feito isso, é hora de fazer a cotação para saber quanto você pode receber por seus pontos e, para isso, basta preencher um simples formulário de cadastro e disponibilizar a quantidade de milhas que deseja negociar.

A empresa entrará em contato posteriormente com o valor que está disposta a pagar e, pronto! Caso feche negócio, o dinheiro leva em torno de um dia para cair na sua conta bancária.

Cuidado para não perder suas milhas

Mais do que conseguir um dinheiro extra ao vender suas milhas, essa operação é importante para as pessoas que não usam seus pontos. Pois evita que eles atinjam seu prazo de validade e expirem, deixando seu dono a ver navios e sem a possibilidade de ganhar nada com os pontos conquistados.

Dessa forma, fique sempre atento ao prazo de validade de suas milhas. E para não ficar sem dinheiro e sem seus pontos, veja o prazo de validade das milhas de algumas das principais companhias presentes no Brasil:

 

Vender milhas exige empresas que transmitam segurança

Como dissemos, para conseguir um bom preço por suas milhas, é fundamental acumular um número grande de pontos visando gerar um lucro maior. No entanto, tão ou mais importante que isso é saber escolher bem a empresa com a qual você fará negócio.

Isso porque se trata de um mercado novo e, consequentemente, sem muita regulamentação, ambiente perfeito para que empresas com más intenções se multipliquem na web.

Dessa forma, para garantir uma negociação satisfatória e que, principalmente, cumpra os acordos prometidos, é importante conhecer a empresa com a qual você faz negócio. Para isso, verifique se a empresa disponibiliza em seu site informações como CNPJ, endereço, telefone, mas também vá além.

Procure depoimentos de clientes nas redes sociais da empresa ou em sites de defesa dos direitos do consumidor. Com certeza você encontrará nesses endereços informações suficientes para formar uma impressão sobre a empresa, seja para o bem ou para o mal.

Todas essas informações e toda segurança para fazer bons negócios você encontra aqui, na Cash Milhas. Disponibilizamos todas as informações para que você se sinta seguro no momento de fazer negócio.

Mas não para por aí. Fazemos ainda a melhor cotação por seus pontos e garantimos a realização de um negócio seguro e com os melhores preços para as suas milhas. Entre em contato conosco e comprove!